rodape_edited.jpg
fundo_home.jpg
logo_positivo3.png
  • rbtssa

Registrado como Lúcifer, avó entra na Justiça para mudar o nome do neto

A avó materna de um bebê de 10 meses entrou com pedido na Justiça para mudar o nome do neto, registrado como Lúcifer, na cidade de Nova Olinda, no Ceará.


A criança, nascida em março de 2021, ficou sob a guarda da avó desde os 2 meses de idade, após duplo homicídio da mãe e do avô paterno. O suspeito de ter cometido o crime é o próprio pai do menino, que foi encontrado morto meses depois.


De acordo com o Ministério Público do Estado do Ceará, a ação de retificação do nome foi ajuizada em junho de 2021, por meio da Promotoria de Justiça de Nova Olinda. O processo segue em segredo de justiça, como determina a Lei 8.069/90, que dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente.


Pela tradição cristã, Lúcifer era um anjo que queria estar acima de Deus e foi expulso do céu, transformando-se no diabo.


Fonte: G1


*Esta notícia tem conteúdo meramente informativo e não reflete necessariamente o posicionamento de RBTSSA

85 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Atualizado dia 25/05 às 10h57 Um dos principais veículos jurídicos do país, o Migalhas está sorteando um exemplar do livro Tratado da União de Fato. O livro é coordenado pela sócia fundadora de RBTSSA